Como surgiu a Alfaiataria Masculina?

No começo dos tempos, o homem se vestia para cobrir e proteger o corpo. Chegando o início das sociedades, o tecido que o homem estava vestindo definia o seu status social. Nessa época, as roupas eram feitas dentro de casa mesmo e só os muito bons de bolso podiam ter suas roupas feitas por outros.

E depois do Renascimento, com uma preocupação maior em mostrar as formas do corpo que o homem passou a dar valor tanto ao corte de uma roupa quanto ao tecido usado em sua construção. A partir daí, não era mais qualquer um que conseguiria confeccionar sua própria peça de roupa. Era preciso um estudo maior do corpo humano e mais de uma pessoa envolvida no processo.

No Brasil, os primeiros alfaiates chegaram junto com a corte portuguesa e foram passando seus conhecimentos por gerações. A profissão era uma das mais exercidas no pais, representando os comerciantes.

Hoje, a alfaiataria tradicional voltou a ter a exclusividade que tinha quando começou. Poucos homens investem em peças feitas sob medida, mas esses dificilmente voltam à comprar um terno pré fabricado. O sob medida nunca perderá seu charme.

Open chat